A GRAPHISOFT confirmou oficialmente o lançamento da versão do ARCHICAD 21 para o dia 18 de junho e anunciou as inovações da versão, veja algumas delas nesse artigo.

Fluxos de trabalho inovadores, intuição e desempenho têm sido os principais diferenciais para outras ferramentas arquitetônicas no mercado e a última versão não diminui essa tendência. O ARCHICAD 21 apresenta novas ferramentas de escada e corrimãos, mecanismo de renderização atualizado, uma maneira mais flexível de classificar elementos, referência do modelo IFC e detecção de colisão.

 

Nova ferramenta de modelagem de escada

A nova ferramenta escada é um passo evolutivo no BIM: pela primeira vez temos uma ferramenta que contém inteligência artificial, que toma decisões de projeto e propõe ao arquiteto alternativas complexas. É uma tecnologia patenteada a que chamamos “predictive design”.(Miguel Kripphal, Diretor da GRAPHISOFT Brasil

Visualização CineRender atualizada

O CineRender, incorporado ao ARCHICAD 21, apresenta recursos como New Light Mapping e Secondary Global Illumination (baseado no mais recente mecanismo v18 da Maxon) e 3D Monochrome Images para renderização mais realista e rápida em um único clique.

Clash Detection Incorporado

O clash detection incorporado torna-se parte padrão do conjunto de características do ARCHICAD 21, permitindo que grupos de elementos sejam comparados através de um critério estabelecido. Isso ajuda os projetistas a minimizarem erros de projeto antes da distribuição para os parceiros da equipe.

Melhorias na classificação dos elementos do sistema

Enquanto as versões anteriores da ARCHICAD forneciam um conjunto fixo de Classificações de Elementos, o ARCHICAD 21 introduz uma maneira flexível de classificar elementos para melhor suportar os padrões BIM nacionais ou da empresa. As classificações são fundamentais para os fluxos de trabalho inteligentes OPEN BIM, proporcionando uma interoperabilidade sem precedentes entre disciplinas. As classificações podem ser transferidas entre projetos via formato de arquivo XML.

OPEN BIM – IFC

A forma como os modelos externos de IFC criados por consultores – como engenheiros estruturais ou MEP – também foi aprimorada. Os arquivos IFC agora podem ser colocados como hotlinks em projetos do ARCHICAD como conteúdo de referência protegido.
A filtragem de modelos também pode restringir o conteúdo de referência IFC inserido por categorias, como Estrutural ou MEP, ou por seleção de elemento. O conteúdo do modelo IFC inserido pode ser atualizado facilmente a partir do arquivo fonte vinculado. Se o link estiver quebrado, os elementos dos módulos IFC inseridos podem ser editados como elementos comuns do ARCHICAD.

Assista ao vídeo do lançamento mundial do ARCHICAD 21

Fonte:
MakeBIM

Leia Mais

Termos e definições BIM que você precisa saber!

Termos e definições BIM que você precisa saber!

Parte 01                                                               AEC - Arquitetura, Engenharia e Construção Termo bastante utilizado para se referir as áreas de arquitetura, engenharia e construção. BIM - Building Information Modeling Modelagem da Informação da...

ler mais
Em homenagem ao Dia Mundial do Urbanismo

Em homenagem ao Dia Mundial do Urbanismo

Em homenagem ao Dia Mundial do Urbanismo, apresentamos para você uma incrível ferramenta da Autodesk: o Infraworks. O Infraworks é uma ferramenta que possibilita a compreensão do projeto ainda em fase inicial, permitindo a visualização em 3D, torna-se mais claro o...

ler mais
A Obrigatoriedade do BIM em obras públicas na Espanha

A Obrigatoriedade do BIM em obras públicas na Espanha

Nos dias 8 e 9 de março aconteceu em Barcelona a European BIM Summit, um congresso internacional que ocorre anualmente sobre o BIM (Building Information Modeling) com a finalidade de propagar boas práticas para o uso do BIM, bem como o uso compartilhado de métodos e o...

ler mais