Termos e definições BIM que você precisa saber!

Termos e definições BIM que você precisa saber!

Parte 01                                                              

AEC – Arquitetura, Engenharia e Construção
Termo bastante utilizado para se referir as áreas de arquitetura, engenharia e construção.

BIM – Building Information Modeling
Modelagem da Informação da Construção (BIM) é um conjunto de tecnologias, processos e políticas que permitem aos múltiplos interessados de um empreendimento a projetar, construir e operar uma construção no espaço virtual de forma colaborativa.

RV – Realidade Virtual
Uma experiência interativa gerada por computador, que ocorre em um ambiente simulado. A Realidade Virtual (RV) permite que os usuários interajam em um ambiente digital que esteja completamente desconectado do mundo real.

RA – Realidade Aumentada
A Realidade Aumentada (RA) traz elementos do mundo digital para a percepção do mundo real de uma pessoa, não como uma exibição simples de dados, mas através da integração de sensações imersivas, de forma que sejam percebidas como partes naturais de um ambiente.

Níveis de BIM –

2D – Desenho ou representação em duas dimensões

4D – Planejamento da Construção
A quarta dimensão de modelagem (4D) refere-se ao 3D + tempo. Ou seja, um modelo ou um fluxo de trabalho de modelagem é considerado 4D quando o tempo é adicionado aos objetos do modelo para permitir a simulação do planejamento da construção.

5D – Estimativa de Custo
A quinta dimensão de modelagem (5D) refere-se ao custo 4D +. Ou seja, um modelo (ou fluxo de trabalho de modelagem) é considerado 5D quando o custo é adicionado/incorporado aos elementos do modelo BIM. 5D é usado com a finalidade de gerar estimativa de custo e diminuir os erros atuais de orçamentos.

Entregável BIM –
Um termo genérico que refere-se a Modelos BIM , Objetos BIM, Entregáveis ​​derivados de Modelo e todos os outros entregáveis ​​do projeto / processo que sejam esperados como resultado do uso de Aplicativos BIM e Fluxos de trabalho BIM


CLASH DETECTION – Detecção de Interferências
Um uso do Modelo de representação ou uso de Modelos 3D para coordenar diferentes disciplinas (p. Ex., Estruturas e ar-condicionado) e para identificar / resolver possíveis conflitos entre os elementos antes de construir ou fabricar.
BEP – Building Executive Plan / Plano de Execução Construtivo
Um documento formal usado para definir como um Empreendimento BIM Colaborativo será desenvolvido. Um Plano de Execução BIM inclui formulários e instruções detalhadas descrevendo funções BIM, padrões de modelagem e protocolos de troca de dados.

BIP – Plano de implementação BIM
Um documento detalhando quais etapas da implementação do BIM devem ser concluídas e quando. Por exemplo, um Plano de Implementação BIM pode identificar marcos para a compra de ferramentas de Software BIM , desenvolvendo modelos específicos para entregas ou treinando a equipe

LOD – Level of development / Nível de desenvolvimento
Uma métrica BIM para identificar quais informações incluir em um modelo, ou em partes do modelo, durante o processo de modelagem e construção. Observe que a abreviação de LOD refere-se a vários termos, definições e sistemas de numeração, mesmo dentro do mesmo país.

LOI  – Level of Information / Nível de informação
Uma descrição do conteúdo não gráfico dos componentes do modelo em diferentes fases/ estágios do projeto. O termo Nível de Informação (LOI) é usado de forma intercambiável com detalhe de nível de informaçãO

 

Em homenagem ao Dia Mundial do Urbanismo

Em homenagem ao Dia Mundial do Urbanismo

Em homenagem ao Dia Mundial do Urbanismo, apresentamos para você uma incrível ferramenta da Autodesk: o Infraworks.

O Infraworks é uma ferramenta que possibilita a compreensão do projeto ainda em fase inicial, permitindo a visualização em 3D, torna-se mais claro o entendimento e a possibilidade de melhorias.

 

Feito para Urbanistas, Arquitetos e Engenheiros
Arquitetos e urbanistas que atuam em projetos de planejamento urbano e para Engenheiros Civis, que desenvolvem projetos de infraestrutura, o Infraworks possibilita de forma simples a geração de estudos e alternativas de projetos.

Permite que o profissional encontre ainda na fase de projeto as melhores soluções resultantes da utilização das ferramentas de simulação de tráfego e de mobilidade que podem prever com clareza possíveis problemas de projeto.

 

O Infraworks é BIM!
Ele “conversa” com diversos softwares, como os de geoprocessamento, nuvem de pontos e interage perfeitamente com o Civil 3D, possibilitando a troca de informações (o “I” do BIM) sem perda de dados. Também é possível carregar projetos de construções feitos no Revit para dentro do Infraworks, tendo uma apresentação completa do empreendimento.

 

Plataforma simples e intuitiva
Possuindo como principal vantagem a facilidade de uso, o Infraworks permite que o profissional dedique seu tempo a estudar as melhores soluções do projeto e não perca tempo com desenho.

A incrível visualização que permite entender o projeto o mais próximo do real, proporciona a todos os envolvidos, clareza nas decisões.

 

Informações precisas em fase conceitual
É possível obter ainda em fase conceitual do projeto, informações precisas de volumes de cortes e aterros e materiais. Permite que sejam extraídas informações importantes do modelo baseado em dados da nuvem, que ainda em uma etapa onde não se possui as informações reais de campo.

 

O Infraworks, como diversas outras soluções BIM, estão sendo disruptivas na forma de projetar e construir.

Acreditamos que com a tecnologia existente, teremos melhores projetos Urbanísticos tornando as cidades mais sustentáveis.

 

Parabéns a todos os Urbanistas

Quer aprender Infraworks? Conheça nosso curso!

 

A Obrigatoriedade do BIM em obras públicas na Espanha

A Obrigatoriedade do BIM em obras públicas na Espanha

Nos dias 8 e 9 de março aconteceu em Barcelona a European BIM Summit, um congresso internacional que ocorre anualmente sobre o BIM (Building Information Modeling) com a finalidade de propagar boas práticas para o uso do BIM, bem como o uso compartilhado de métodos e o alinhamento internacional para o uso desta inovação tecnológica.

A diretora geral de Produção e Engenharia da Ineco, Ana Rojo, informou que os projetos para o desenvolvimento e construção de edifícios públicos deverão ser feitos na plataforma BIM, sendo obrigatório na Espanha até o fim do ano de 2018. A Ineco é parte integrante do grupo Europeu de Administrações Públicas e tem encomendado a preparação de um Manual de Práticas Comuns na implantação da Metodologia BIM sendo assim encarregada, juntamente a comissão es.BIM, de colocar em prática esses métodos em todos e também para cada processo desenvolvido pelo Ministério de Fomento espanhol.

Paralelo ao anúncio, entra também em vigor uma nova lei espanhola de Contratos do Setor Público, que prevê a possibilidade de exigir que os projetos desenvolvidos e apresentados para concursos públicos sejam feitos na plataforma BIM ou similar.

Sendo assim refletindo no ponto 6 da 15° disposição adicional:

“Para contratos públicos de obras, de concessões de obras, de serviços e concursos de projetos, e em contratos mistos de combinem elementos dos mesmos, os órgãos de contratação poderão exigir o uso de ferramentas eletrônicas específicas, tais como ferramentas de modelagem digital da informação da construção (BIM) ou ferramentas similares.”

Esse processo de transformação para a metodologia BIM já se iniciou e nesse sentido o Parlamento Europeu, de acordo com a norma 2014/24/EU já desempenhou esforços para indicar a utilização do BIM para todos os países que são membros da União Europeia e sua

inserção na normativa de licitação pública e contratação.

Nesta reunião que ocorreu no dia 10 de outubro de 2017 o próprio Ministro de Fomento, Iñigo de la Serna, enfatizou a importância da implementação desse sistema onde declarou que “é hora de que a Espanha se coloque à frente da implementação desta ferramenta e comece a aproveitar os benefícios e oportunidades que esta tecnologia fornece”, disse também que estão diante de uma das iniciativas mais inovadoras na área da construção que trará impactos futuros nas áreas de engenharia e arquitetura de modo positivo.

O BIM é um instrumento que oferece uma visão diferente do ciclo de vida que tem uma infraestrutura de um edifício, partindo dos princípios partindo do esboço/desenho indo até o desenvolvimento, manutenção e sustentabilidade. Dentre os inúmeros benefícios que concede ao ramo de arquitetura estão o desempenho na produção, diminuição de custos, transparência na coordenação de projetos, nos setores público e privado, e melhora na qualidade de projetos.

Para entender e se aprofundar mais sobre a Norma Europeia 2014/14/EU você pode acessar este link: eur-lex.europa.eu

Para obter também informações sobre os processos de implementação dos métodos BIM na Espanha basta acessar o site da Comissão BIM, criado pelo Ministério do Fomento: http://www.esbim.es/en/

Palestras BIM – Primeiros Passos

Palestras BIM – Primeiros Passos

No dia 28 de Fevereiro de 2018 tivemos o primeiro evento do ciclo de palestras que é o Mundo BIM. Intitulado como BIM: Primeiros Passos, o evento contou com diversos participantes entre alunos e profissionais da área. Além de palestrantes que abordaram informações iniciais de introdução ao BIM e uma mesa redonda com especialistas em 03 softwares atuais que utilizam a metodologia BIM (Archicad, Vectorworks e Revit).

Aqui você tem acesso às palestras que aconteceram no evento. Faça download através dos links abaixo:

  1. Marianne Cortes Cavalcante Faroni: A Importância da Modelagem 3D para as dimensões do BIM
  2. Lorraine Gobi: Os melhores caminhos para o uso do BIM
  3. Adriano Santoro: Apresentação do Vectorworks para Modelagem 3D
  4. Liane Destefani: Apresentação do Archicad para Modelagem 3D
  5. Sandro Maia: Apresentação do Revit para Modelagem 3D
A Importância da Decoração

A Importância da Decoração

Qual a função do decorador?

O Decorador é o profissional que, através de formação técnica específica, consegue interpretar as suas necessidades, solicitações e sonhos, concretizando de forma adequada, agradável e de conformidade com custos que você pode querer ou gastar.

Por que eu deveria contratar um decorador?

Simplesmente porque é a maneira mais correta para planejar melhor os espaços e ambientes novos ou existentes, pois esse profissional conhece os materiais adequados, conhece a história da arte, sabe distribuir os volumes em planta, tudo com a certeza do resultado final, conciliando para que os projetos sejam do tamanho dos seus sonhos.

Os seus armários terão os espaços internos bem aproveitados, os ambientes terão a impressão de que são maiores, cada objeto e móvel terá seu lugar. As cores e os materiais estarão de acordo com seu perfil, pois refletirão sua personalidade. A iluminação será bem distribuída, calculada e adequada a cada função e ambiente determinados.

Será que é um profissional dispensável?

Você pode até achar que é, e não contratar um, mas será uma pena, pois, se sua cozinha é grande e você sente que não há espaço para tudo, ou então, seu quarto é enorme, mas não cabe tudo o que tem… Ou é pequeno e você não consegue organizar tudo o que possui… Apesar da luz forte, seu filho reclama da iluminação para estudar. PODE TER CERTEZA: faltou a contratação de um profissional de decoração, que conhece e sabe aplicar seus conhecimentos para atendê-lo com um projeto IDEAL.

Que vantagem eu tenho em contratar um decorador?

É um profissional que, por sua formação e conhecimento específicos, consegue, através de um elaborado projeto, colocar as coisas certas nos lugares certos de forma econômica e com estética agradável.

Ele vai fazer um projeto e uma obra seguindo seu perfil?

Se você contratar um profissional de decoração com formação profissional, reconhecida e regulamentada, e não um curioso autodidata, fique tranquilo… No curso que ele fez, certamente ele aprendeu a interpretar as preferências e necessidades do cliente somente com a interferência das técnicas, mas permitindo que sua casa tenha integralmente a “sua cara”, o seu perfil e sua identidade.

Será que poderei dar minhas opiniões nos projetos?

CLARO!! Você tem que dar sim suas opiniões pois será você que vai viver naquele ambiente ou naquela casa. O verdadeiro decorador não decora para ele, mas para o cliente. Por isso, ele precisa te ouvir, registrar e interpretar em formas de ideias suas preferências, necessidades e gostos, para que seu projeto seja SEU.

Livro – Sketchup Aplicado ao Projeto Arquitetônico

Livro – Sketchup Aplicado ao Projeto Arquitetônico

O SketchUp é o software de modelagem tridimensional mais acessível e versátil disponível no mercado. Tanto na sua versão gratuita quanto na versão profissional (paga), o usuário encontrará um poderoso instrumento auxiliar para criação, desenvolvimento e apresentação de projetos arquitetônicos.
SketchUp Aplicado ao Projeto Arquitetônico mostra como usar esse programa desde a concepção à apresentação de um projeto. As técnicas e os procedimentos podem ser adotados por arquitetos, engenheiros, técnicos, estudantes e desenhistas para maximizar os resultados e minimizar o tempo e os custos envolvidos em projetos e na construção de edifícios. Com este livro o leitor será capaz de executar diversas tarefas do projeto arquitetônico, tais como:

– Usar um croqui de estudo como suporte para criar um modelo tridimensional virtual.
– Modelar terrenos com topografia irregular usando um levantamento planialtimétrico.
– Modelar a estrutura de uma edificação (pilares, vigas e lajes).
– Modelar os elementos arquitetônicos (esquadrias, escadas, rampas, telhados etc.).
– Modelar estruturas de coberta.
– Criar, desde o modelo 3D, plantas, cortes, fachadas e perspectivas com cores, texturas e sombras.
– Criar pranchas de apresentação integradas ao modelo tridimensional.
– Exportar o modelo 3D para outros programas gráficos.

Todo o processo será apresentado por meio da demonstração, passo a passo, do projeto de uma pequena residência unifamiliar de dois pavimentos. Serão apresentadas técnicas de modelagem orientada à Arquitetura que permitirão ao leitor construir seu modelo 3D de forma mais rápida, profissional e produtiva.

Fonte: Saraiva