Em 15 anos na área da construção civil, já vivi o lado do projetista e da construtora e posso afirmar, que o gasto com a incompatibilização de projetos pode chegar a um dos maiores da obra.

De um lado, construtoras optam por pagar pouco pelos projetos, não podendo assim exigir muito dos projetistas. Além do tempo curto para desenvolvimento dos projetos, existe a falsa crença de que o objetivo principal dos projetos contratados é unicamente para aprovação, pois seus engenheiros, encarregados e demais operários já possuem o conhecimento necessário para executar.
Do outro lado os projetistas que, quando se trata do projeto arquitetônico, estão sob uma grande cobrança para que o projeto seja enviado para os demais projetistas para iniciação dos projetos complementares e as vezes, sem nem mesmo o projeto arquitetônico já estar definido.

Os projetistas geralmente trabalham de forma isolada entre eles, cada um no seu projeto separadamente. Os programas CAD utilizados não permitem uma checagem automática de conflitos, então mesmo que os projetos nasçam em um mesmo escritório, é extremamente complicado a checagem “visual” dos conflitos.

Ainda na etapa de projetos, os conflitos entre os mesmos (principalmente projetos estruturais elétricos, hidráulicos e de ar condicionado,) devem ser previstos e corrigidos,para que cheguem à obra totalmente compatibilizados, reduzindo ou até mesmo eliminando as interferências físicas que poderiam existir.

A compatibilização pode ser realizada de forma manual, sobrepondo as plantas em um  software como o AutoCAD, verificando se há ou não conflitos entre os projetos, e se houver, procurar corrigi-los para que não ocorram problemas na obra. Essa ainda é maneira utilizada hoje quando se possue a preocupação em relação a conflitos, porém muitas empresas já estão adotando soluções tecnológicas mais automáticas e assertivas.

A redução de prazos de projetos, prazos de execução, desperdício e custos pode ser considerado um grande desafio. Projetistas e principalmente construtoras já tem consciência disso e buscam cada vez mais por profissionais assim no mercado.
Empresas de projetos que já se posicionam no mercado oferecendo projetos compatibilizados com o mesmo custo de projetos não compatibilizados, começam a ganhar mais atenção dos clientes.

Soluções em softwares que possuem a tecnologia BIM (Building information modeling) estão sendo cada vez mais adotados por profissionais da área.
O BIM utiliza um modelo tridimensional que concentra todas as informações de uma construção, facilitando em todas as etapas da obra a visualização de forma clara de todos os envolvidos. Os projetos já nascem compatibilizados e  caso apresentem alguma interferência isso já pode ser resolvido na etapa de projetos.
Ao final do projeto temos um modelo do edifício construído virtualmente e desse serão extraídos as plantas para serem enviadas para obra.

Fabio Guisso
Sócio/Fundador da Multi Núcleo – Treinamentos Integrados

Quer estar a frente do mercado e fazer parte desse grupo de profissionais que oferecem projetos compatibilizados?

 

Leia Mais

Palestras BIM – Primeiros Passos

Palestras BIM – Primeiros Passos

No dia 28 de Fevereiro de 2018 tivemos o primeiro evento do ciclo de palestras que é o Mundo BIM. Intitulado como BIM: Primeiros Passos, o evento contou com diversos participantes entre alunos e profissionais da área. Além de palestrantes que abordaram informações...

ler mais
A Importância da Decoração

A Importância da Decoração

Qual a função do decorador? O Decorador é o profissional que, através de formação técnica específica, consegue interpretar as suas necessidades, solicitações e sonhos, concretizando de forma adequada, agradável e de conformidade com custos que você pode...

ler mais
Livro – Sketchup Aplicado ao Projeto Arquitetônico

Livro – Sketchup Aplicado ao Projeto Arquitetônico

O SketchUp é o software de modelagem tridimensional mais acessível e versátil disponível no mercado. Tanto na sua versão gratuita quanto na versão profissional (paga), o usuário encontrará um poderoso instrumento auxiliar para criação, desenvolvimento e...

ler mais