Você sabe onde quer estar daqui a 10, 20, 30 anos?

Quando você faz um planejamento de vida e traça um objetivo, as tomadas de decisões no decorrer desse trajeto se tornarão muito mais claras e as dificuldades serão superadas, tendo em vista seu objetivo maior.

Quando não sabemos onde queremos chegar, somos tendenciados a escolher os caminhos mais curtos e mais fáceis, pois não temos motivos para se arriscar. Quando temos objetivos, arriscamos mais e lidamos melhor com as consequências.

É importante ter ciência que sempre temos escolhas e as fazemos porque queremos.

Quando não temos objetivos, nossas escolhas têm como fundamentos resultados em curto prazo. Um exemplo simples:

Você trabalha em uma empresa, e recebe um salário condizente com sua função. Um dia, você recebe uma proposta de outra empresa, onde você exercerá a mesma função, mas te pagarão o dobro do que você ganha hoje. Qual opção você escolheria?

É claro, que teríamos vários itens a ser analisados nessa proposta para a tomada de decisão, como por exemplo, localização da nova empresa, benefícios, horário de trabalho etc, mas tenderíamos a escolher o melhor salário, pois é uma escolha de resultados curto prazo, sendo que dois meses depois você já estaria recebendo o dobro do que recebe hoje para fazer a mesma coisa que já faz.

Mas digamos que almeja um cargo na sua atual empresa, onde você receberia 10 vezes mais do que recebe hoje. E na nova empresa esse cargo não existe e nenhum outro cargo paga tanto.

E aí? Contexto bem diferente, pois agora você tem um objetivo e quando temos um, não parece ruim continuar com o salário menor, sendo que em longo prazo conseguirá chegar onde quer.

Claro, que isso é só um exemplo e estamos levando em consideração apenas o fator financeiro, existem vários outros fatores que serão levados em consideração, variando de acordo com o objetivo de vida de cada um.

Se soubermos qual nosso objetivo, nossa escolha será baseada em um fim e não em um meio.

Se soubermos onde queremos chegar, nós não nos importamos de escolher o caminho das pedras para tal, porque saberemos que aquelas dificuldades serão passageiras e que a recompensa que planejamos estará à nossa espera. Mas se não tem nada planejado, é melhor pegar mesmo o caminho das flores; mas cuidado, como você não sabe onde vai dar, você pode não gostar de onde vai chegar.

É você o responsável pelo seu futuro. É você o protagonista do seu sucesso.

E então, onde quer estar daqui a 10, 20, 30 anos?

 

Soliana Angeli
Sócia/Diretora da Multi Núcleo treinamentos Integrados

Leia Mais

A Obrigatoriedade do BIM em obras públicas na Espanha

Nos dias 8 e 9 de março aconteceu em Barcelona a European BIM Summit, um congresso internacional que ocorre anualmente sobre o BIM (Building Information Modeling) com a finalidade de propagar boas práticas para o uso do BIM, bem como o uso compartilhado de métodos e o...

ler mais

Palestras BIM – Primeiros Passos

No dia 28 de Fevereiro de 2018 tivemos o primeiro evento do ciclo de palestras que é o Mundo BIM. Intitulado como BIM: Primeiros Passos, o evento contou com diversos participantes entre alunos e profissionais da área. Além de palestrantes que abordaram informações...

ler mais

A Importância da Decoração

Qual a função do decorador? O Decorador é o profissional que, através de formação técnica específica, consegue interpretar as suas necessidades, solicitações e sonhos, concretizando de forma adequada, agradável e de conformidade com custos que você pode...

ler mais